Horário de Atendimento: 8h às 17h

Seinfra busca apoio do Crea-GO para diagnóstico e proposta de soluções para Marginal Botafogo

            O presidente do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO), Eng. Francisco Almeida, recebeu, na tarde de hoje (26/2), na sede do Crea-GO, visita do titular da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos (Seinfra), Eng. Civ. Francisco Ivo Cajango Guedes; do diretor de Políticas e Programação de Obras Públicas da Seinfra, Eng. Civ. Antônio Henrique Capuzzo Martins; do gerente de Estudos e Projetos da secretaria, Eng. Civ. Adailton Marques Alves; além dos também engenheiros civis da pasta, Genésio Osmani Maggi Filho e Renato Ribeiro de Paiva. Na ocasião, os engenheiros discutiram, entre outros assuntos, a situação da Marginal Botafogo.

            Na última sexta-feira (23/2), o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (PMDB), autorizou a liberação orçamentária de R$ 1,3 milhão para que seja realizado o estudo de diagnóstico e reparos em toda a extensão da Marginal Botafogo. O serviço será realizado por uma empresa de consultoria de projetos que será contratada a partir de processo licitatório. Espera-se que todo o levantamento leve um ano para ser realizado. Após o diagnóstico, a prefeitura de Goiânia realizará outra licitação, referente à obra de execução dos reparos necessários com base no estudo. Esta nova etapa, segundo previsões da Seinfra, só deve ter início em 2019.

            Durante a reunião, o presidente Eng. Francisco Almeida, colocou a equipe  técnica do Crea-GO à disposição para auxiliar como puder em todo o processo. “O Crea alerta sobre o estado da Marginal Botafogo há anos. Como um órgão defensor da sociedade, é também nossa responsabilidade assessorar no processo de diagnóstico e na proposta de soluções definitivas para a via. Queremos auxiliar como pudermos”, afirma Francisco. O presidente do Regional goiano continua: “o fato da equipe técnica da Seinfra vir nos procurar, para que acompanhemos esse diagnóstico e, juntos, encontremos a melhor solução possível para a questão, mostra compromisso e proatividade. E é disso que precisamos”.

            Para o secretário Eng. Civ. Francisco Ivo, o Crea é um parceiro dos profissionais do Sistema e também do poder público. “Queremos, com essa parceria entre o Crea e a Prefeitura, conseguir soluções viáveis e definitivas para os problemas na nossa cidade, não só em relação à Marginal Botafogo, que hoje é nosso maior gargalo, mas também em outras questões, como a da drenagem urbana, por exemplo”, destaca.

            Alerta – Desde 2015, o Crea-GO alerta sobre os problemas estruturais da Marginal Botafogo, em Goiânia. Em novembro daquele ano, foram solicitadas à Prefeitura da capital intervenções de curto, médio e longo prazos na via, seguindo o projeto de recuperação do canal, que se encontrava, na ocasião, na Seinfra. Entretanto, foram realizadas apenas medidas paliativas de manutenção em algumas áreas danificadas do canal. Desde então, o Conselho goiano vem reforçando a necessidade de uma reavaliação imediata da situação da Marginal para que as obras de adequação sejam realizadas, uma vez que o projeto apresentado em 2010 já não atende mais às necessidades de recuperação da via.

 

Em reunião, a equipe técnica da Seinfra busca auxílio do Crea-GO para serviços de diagnóstico e recuperação da Marginal Botafogo
Em reunião, a equipe técnica da Seinfra busca auxílio do Crea-GO para serviços de diagnóstico e recuperação da Marginal Botafogo

 

O secretário Francisco Ivo (E) e o presidente do Crea-GO, Francisco Almeida, durante encontro
O secretário Francisco Ivo (E) e o presidente do Crea-GO, Francisco Almeida, durante encontro

Baixe nossos Aplicativos 

   



 

Redes Sociais