Horário de Atendimento: 8h às 17h

Francisco Almeida recebe visita do superintendente Federal de Agricultura

       O presidente do Crea-GO, Eng. Francisco Almeida, recebeu na tarde de hoje (27/2), na sala de reuniões da presidência do Conselho, o superintendente federal de Agricultura, José Eduardo  França, que estava acompanhado de oito auditores fiscais federais agropecuários. A reunião teve como objetivo propor avanços no acordo de cooperação técnica na área de fiscalização, assinado, em 5 de abril de 2016,  entre o Crea-GO e  a Superintendência Federal da Agricultura em Goiás (SFA-GO), que faz parte do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

         Durante o encontro, coube ao líder da área de fiscalização do Crea, Marcelo Pereira, apresentar o modelo de fiscalização adotado em 2015, para os auditores fiscais presentes,  mostrando o funcionamento da Plataforma ArcGIS, programa que otimiza a fiscalização do Crea, obtendo maior produtividade dos fiscais em menos tempo e com  menor investimento. Ele também destacou os diversos acordos de cooperação técnica firmados com órgãos públicos das esferas municipal, estadual e federal em todo o Estado de Goiás, com o objetivo de mostrar como o compartilhamento de dados pode potencializar o processo de fiscalização do Crea e do Mapa.

      Após a apresentação institucional, as duas instituições discutiram os avanços que podem ser incrementados ao convênio. O Crea propôs compartilhar suas ferramentas tecnológicas com a equipe de fiscalização do Mapa. Para efetivar o compartilhamento de dados, será necessário o Mapa verificar se a sua estrutura tecnológica comporta a análise e operações dos dados fornecidos pelo Crea.

      Para o superintendente José Eduardo França, a proposta do Crea é muito interessante.      “Vamos fazer o possível para incrementar o termo de cooperação técnica, pois ele é muito válido para o nosso tipo de fiscalização. Com esse avanço tecnológico vamos agilizar mais nosso tempo, economizar na fiscalização uma vez que ela direciona o serviço e ainda ajudar na avaliação das nossas fiscalizações”, ressaltou. O superintendente ainda explicou que para incrementar o compartilhamento de tecnologia vai depender da coordenação de tecnologia e informática do Mapa, que está sediada em Brasília. “Se o nosso suporte de informática for viável, podemos marcar uma reunião com o nosso ministro para definir a compra de materiais tecnológicos necessários”, frisou.

         O presidente do Crea-GO fez questão de salientar que o Crea está de portas abertas para incrementar, tecnologicamente, o Termo de Cooperação Técnica. “Vamos fazer uma simbiose para que o trabalho em conjunto chegue até o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Goiás pode ser o projeto piloto e a partir da nossa experiência positiva, levar essa fiscalização para todo o Brasil”.

      Além do presidente Francisco, participaram da reunião o conselheiro Eng. Agr. Anníbal Lacerda Margon; o assessor institucional, Eng. Civ.Victor Martins Siqueira Resende;  o líder da Área de Fiscalização, Tec. Agrim. Marcelo Pereira; o líder da área de gestão de convênios das Fiscalização, Eng. de Controle e Automação Roger Barcellos. Pela SFA-GO, participaram  os auditores fiscais federais agropecuários:  Eng. Agr. Rodrigo Batista de Paula, Eng. Agr. Arnoldo Daher Junqueira, Eng. Agr. João César Zanella, Eng. Agr. Ricardo Augusto de Faria e Silva, André Brandão Alves, Paulo André Tavares, José Antônio da Silva e Carlos Fernandes Santos.

 

Durante a reunião, representantes do Crea-GO e da SFA-GO propõem avanços no acordo de cooperação técnica na área de fiscalização, assinado entre os órgãos em 5 de abril de 2016
Durante a reunião, representantes do Crea-GO e da SFA-GO propõem avanços no acordo de cooperação técnica na área de fiscalização, assinado entre os órgãos em 5 de abril de 2016

  

Baixe nossos Aplicativos 

   



 

Redes Sociais