Horário de Atendimento: 8h às 17h

Francisco Almeida ministra palestra sobre ações da parceria entre o Crea-GO e a Embrapa

            O presidente do Crea-GO, Eng. Francisco Almeida, ministrou, na tarde de hoje (2/5), no Auditório José Francisco Valente Moraes, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Arroz e Feijão, a palestra “Ações conjuntas Embrapa/Crea na transferência de tecnologias para multiplicadores”. Ministrada a 30 pesquisadores e analistas da Embrapa, a palestra teve como principal objetivo discutir a implementação de ações conjuntas e o estabelecimento de procedimentos que proporcionem maior parceria entre órgãos públicos, a fim de garantir segurança e melhorar a qualidade de vida da população.

            Durante sua fala, Francisco compartilhou o novo momento vivido pelo Crea-GO após as auditorias realizadas pelo TCU e pela CGU, que cobraram uma fiscalização proativa do exercício profissional. “Os Creas costumavam verificar a atividade profissional nas obras e também a qualidade do trabalho prestado pelos profissionais de maneira reativa, ou seja, quando há denúncias ou alguma falha técnica. Mas agora, com as recomendações do TCU e da CGU, os Creas agem de forma proativa, buscando fiscalizar, com antecedência, serviços prestados por profissionais do Sistema Confea/Crea, com o objetivo de evitar problemas futuros, garantindo a segurança da população”, explicou. E acrescentou: “ART faz parte da obra/serviço. Nós queremos mesmo é a presença do profissional. Vamos trabalhar também pela qualidade das obras/serviços prestados”.

Ainda durante a palestra, o presidente do Crea-GO fez uma apresentação da fiscalização do Crea-GO, realizada por meio da Plataforma ArcGIS, com a utilização de dados obtidos por meio de acordos de cooperação assinados com diversos órgãos das esferas municipal, estadual e federal como:  TCE, Incra/Sefaz, MAPA, Conab, Agrodefesa e Prefeitura de Goiânia. Em sua apresentação, o presidente destacou a importância da troca de informações entre o Conselho e todos os órgãos para o fortalecimento da fiscalização no Estado de Goiás. “Nessa nova visão, o Crea leva tecnologia de ponta para sociedade, garantindo economia, segurança, qualidade e produtividade.  Essa modernização do Crea também mostra a importância dos nossos profissionais para a sociedade. No caso da parceria com om a Embrapa, as ações conjuntas vão ajudar, inclusive, as pequenas produções”, ressaltou.

            Assinatura de aditivo – Ainda durante o evento, o presidente Francisco Almeida e o atual chefe-geral da Embrapa, Alcido Elenor Wander, realizaram a assinatura do 1º aditivo do termo de cooperação técnica e do plano de trabalho que o Crea-GO tem firmado com a Embrapa. Assinado, em 8 de junho de 2016, o acordo prevê o desenvolvimento e execução de eventos técnicos e institucionais, programas de treinamento e de orientação profissional, em consonância com os projetos registrados no Sistema Embrapa de Gestão.

Com o aditivo, O Crea-GO e a Embrapa Arroz e Feijão realizarão ações conjuntas de cooperação técnica que vão compor no Plano Anual de Trabalho (PAT). Para 2018, foram estabelecidos 14 eventos técnicos e institucionais que serão realizados em municípios goianos, de acordo com as demandas e necessidades de cada região. O PAT 2018 tem foco no aprimoramento dos profissionais vinculados ao Sistema Confea/Crea, na modalidade da Engenharia Agrônomica  e áreas afins.

Para o chefe-geral da Embrapa, Alcido Elenor Wander, é uma honra ter esse trabalho colaborativo sendo feito com o Crea, porque o Crea é a instituição que representa todos os profissionais das ciências agrárias que estão no campo. A relação da Embrapa com os agrônomos é muito forte, e esse aditivo é uma oportunidade de preparar melhor esses profissionais, uma oportunidade de capacitá-los. “A Embrapa tem experiência em algumas áreas, podemos contribuir para a capacitação dos profissionais vinculados ao Crea. Também é muito interessante os técnicos da Embrapa acessarem sistemas de informações de outras bases de dados que interessam ao nosso trabalho”, comentou.

            Pelo Crea-GO, também marcaram presença no evento o conselheiro Eng. Agr. José Reis, que também é presidente da Associação dos Engenheiros Agrônomos do Estado de Goiás (AEAGO); o assessor institucional de Políticas Públicas, Eng. Civ. Victor Resende; e o líder da Área de Gestão de Convênios da Fiscalização, Eng. Contr. Autom. Roger Barcellos.

            A palestra foi uma realização do Crea-GO e a Embrapa, com o apoio do Sistema da Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg); o Instituto Federal Goiano (IF Goiano); a Agência Goiana de Assistência Técnica, Extensão Rural e Pesquisa Agropecuária (Emater); a Universidade Federal de Goiás (UFG); o Centro Universitário UniEvangélica; a Cooperativa Agrícola Serra dos Cristais (Coacris); a Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano (Comigo); a Cooperativa Agropecuária da Região do Distrito Federal (Coopa-DF); o Grupo Técnico de Consultores (GTEC-Feijão); e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

 

Durante palestra, Francisco Almeida apresenta a fiscalização do Crea-GO, realizada por meio da Plataforma ArcGIS
Durante palestra, Francisco Almeida apresenta a fiscalização do Crea-GO, realizada por meio da Plataforma ArcGIS

 

O presidente do Crea-GO, Eng. Francisco Almeida (E) e o chefe-geral da Embrapa, Alcido Elenor Wander (D), assinam 1º aditivo do termo de cooperação técnica e do plano de trabalho que o Conselho tem firmado com a Embrapa
O presidente do Crea-GO, Eng. Francisco Almeida (E) e o chefe-geral da Embrapa, Alcido Elenor Wander (D), assinam 1º aditivo do termo de cooperação técnica e do plano de trabalho que o Conselho tem firmado com a Embrapa

Baixe nossos Aplicativos 

   



 

Redes Sociais