Horário de Atendimento: 8h às 17h

Reunião entre Crea e AER44 discute fiscalização preventiva na Região da 44

O presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), Jairo Gomes, esteve na sede do Crea-GO, reunido com o presidente Francisco Almeida, nesta quinta-feira (28/2), quando foram discutidos os objetivos da fiscalização realizada no polo comercial da Região da 44. 

 

O presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), Jairo Gomes (E), e o presidente do Crea-GO (D), Francisco Almeida discutem os objetivos da fiscalização realizada no pólo comercial da Região da 44
O presidente da Associação Empresarial da Região da 44 (AER44), Jairo Gomes (E), e o presidente do Crea-GO, Francisco Almeida (D) discutem os objetivos da fiscalização realizada no pólo comercial da região da 44

De acordo com o presidente Francisco, nos últimos anos o Crea adotou uma postura proativa na questão da segurança e da qualidade das obras, empreendimentos ou serviços que são conduzidos por profissionais que estão registrados no Conselho.

“O artigo primeiro da Lei 5.194 fala que a nossa profissão é de interesse social. O Crea é formado por 27 mil profissionais, que são a elite pensante, e, por isso, temos que contribuir efetivamente para que as cidades se desenvolvam de forma sustentável. A região da Rua 44 é, hoje, a maior referência de moda em Goiás e, em alguns locais, possui edificações antigas, construídas sem planejamento. É preciso um cuidado especial”, afirmou.

Francisco ainda disse durante a reunião que o Crea recebeu denúncias e que, por isso, foi formada uma equipe para fazer o diagnóstico da região e propor soluções. “Não adianta só chegar e multar. Não vamos multar ninguém; vamos fazer um diagnóstico, sentar com todos os agentes estaduais e municipais, para que possamos, em um curto espaço de tempo, oferecer soluções para as pessoas que frequentam e trabalham na região da 44, para que o local continue sendo uma referência para os goianienses e os turistas”, frisou.

Sobre a situação encontrada na região da Rua 44, o presidente do Crea disse que o Departamento de Fiscalização fará um diagnóstico, pois foram identificadas situações que precisam ser resolvidas imediatamente. Entre elas, ele citou a necessidade da recalibração dos extintores de incêndios, instalações elétricas, entre outros.

Francisco Almeida completou: “Estamos mapeando tudo. Depois, vamos inserir os dados no BI, e, concluindo o diagnóstico, vamos nos reunir com os atores envolvidos e propor um Grupo de Trabalho para resolver os problemas da região”.

O presidente da AER44, Jairo Gomes, elogiou a atitude do Crea e colocou a associação à disposição do Conselho.  “Viemos aqui ter uma boa conversa com o presidente da instituição que entendemos que está promovendo uma fiscalização para nos ajudar”, afirmou.

Jairo disse ainda que é de interesse da AER44 que a região esteja cada vez mais segura. “É uma região que cresce muito a cada dia. É o maior polo de confecção do Brasil e isso requer cuidado especial. Temos visto em todo o país inúmeros acidentes em polos comerciais e não queremos que isso ocorra aqui. O Crea vem nos mostrar que a gente precisa conversar, visitar cada empreendimento e o que estiver incorreto, precisamos regularizar e caminhar dentro da Lei”, constatou.

Além do presidente Jairo Gomes, participaram da reunião o diretor jurídico da AER44, Braulo Duarte; o diretor de comunicação Lauro Naves; o diretor tesoureiro Chrystiano Camara; o diretor 1 (conselheiro fiscal) Mauro Cordeiro de Andrade; o diretor de expansão Célio Abba; o Eng. Civ. Marcelo Ribeiro Elias Dib; e o gestor de Fiscalização do Crea-GO, Eng. Mec. Walter Santana. 

 

Diretores da equipe do ERA 44 também participam da reunião sobre fiscalização da região da 44Diretores da Associação Empresarial da Região da 44 também participam da reunião sobre a fiscalização do Crea-GO

Baixe nossos Aplicativos 

   



 

Redes Sociais