×

Assessor do Crea representa entidades goianas em Brasília

Victor Resende representou Goiás no 4º Encontro Nacional dos Colégios de Entidades Regionais (Cders)

Publicado: 04/12/19 11:17
Fonte: Assessoria de Imprensa do Crea-GO


[noticia: assessor-do-crea-representa-entidades-goianas-em-brasilia] No Confea, representantes dos Cders de Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná discutiram diversos assuntos - ENCONTRO_NACIONAL_CDERS.jpeg No Confea, representantes dos Cders de Goiás, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná discutiram diversos assuntos

O assessor institucional de Políticas Públicas do Crea-GO, Eng. Civ. Victor Resende, representou o Estado de Goiás no 4º Encontro Nacional dos Colégios de Entidades Regionais (Cders), realizado em 3 de dezembro, na sede do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea), em Brasília-DF. Também participaram do encontro representantes das entidades regionais de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Paraná.

Na oportunidade, foram discutidos temas como a padronização da identidade visual dos Cders; modelos de sustentabilidade das entidades; intercâmbio de experiências; censo das entidades de classe da Engenharia, Agronomia e Geociências; além de discussões sobre pauta parlamentar, incluindo a Resolução 1.109/2018 e o PL 617/2019.

O presidente do Federal, Eng. Civ. Joel Krüger, participou da abertura do encontro e falou da meta em atender uma das demandas das entidades no sentido de que parte da arrecadação da Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) seja dirigida às entidades. Atualmente, recebem parte do que é arrecadado com as multas. O presidente do Confea também falou da importância das ações parlamentares que aproximam as lideranças do Sistema e os profissionais.

A preocupação com a PEC 108 também foi um dos temas tratados. Para Krüger, “a PEC 108 pode ser uma ameaça ou uma oportunidade”. Ele lembrou que muitos acham positivo os conselhos passarem a ser pessoas jurídicas de direito privado, o que até facilitaria o repasse de recursos para as entidades. Por outro lado, o presidente do Confea alertou: “se tivermos o que repassar porque se aprovada, a proposta de emenda à constituição reduzirá a arrecadação. Num horizonte mais longo, podemos não ter recursos”, disse.

Ao encerrar sua participação no encontro, Krüger afirmou: “o nosso modelo de governança tem por base as entidades de classe. Nossa meta é obter recursos para elas”. Na abertura, o presidente do Confea esteve acompanhado pela Eng. Eletric. Fabyola Resende, gerente de Relações Institucionais (GRI) do Confea; o Geog. Danilo Serrano (Cder-PR), e o Eng. Agr. João Bosco, conselheiro federal que coordena a Comissão de Articulação Institucional do Sistema (Cais). (Com informações da Equipe de Comunicação do Confea)