×

Reitor da UFG conclama Crea para defender a Universidade

Edward Madureira, que é engenheiro agrônomo, fez apelo durante a 830ª Sessão Plenária do Crea-GO

Publicado: 11/02/20 12:25
Fonte: Assessoria de Imprensa do Crea-GO


[noticia: reitor-da-ufg-conclama-crea-para-defender-a-universidade] Reitor da UFG, Edward Madureira Brasil conclama os conselheiros regionais a defenderem a Universidade (Foto: Silvio Simões) - EDWARD_MADUREIRA_UFG_830_SESSÃO_PLENARIA.jpg Reitor da UFG, Edward Madureira Brasil conclama os conselheiros regionais a defenderem a Universidade (Foto: Silvio Simões)

O reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Eng. Agr. Edward Madureira Brasil, participou, em 10 de fevereiro, da 830ª Sessão Plenária Ordinária do Crea-GO, reunião que marcou a posse dos novos conselheiros do Regional goiano. Na ocasião, Edward compôs a mesa diretora do início da Sessão e, como representante das instituições de ensino com assento no Plenário do Conselho, teve oportunidade de fala.

Francisco recebeu, há alguns dias, o vereador Anselmo Pereira, que, no ano passado, juntamente com outros vereadores, liderou um movimento muito forte em defesa da Universidade Federal de Goiás. Nesse movimento, foi criada uma lei instituindo o Dia da UFG, que é no aniversário da Universidade, 14 de dezembro. A ideia foi instituir um dia em homenagem a essa instituição que tanto fez, tanto faz e, certamente, tanto fará pelo nosso Estado e pelo País”, explanou o reitor.

Edward continuou lembrando que em 2020 a UFG completa seus 60 anos. “São 60 anos de história como Universidade Federal de Goiás e, certamente, de muitas conquistas e serviços prestados. Entretanto, esta mesma Universidade vem sofrendo com um descaso do Governo Federal. Já são quatro anos em que o orçamento da UFG é insuficiente para manter suas despesas básicas. E, para completar o cenário, a Universidade foi vítima de ataques covardes, tentando depreciar e desqualificar a UFG. Ataques vindos do próprio Governo e das redes sociais, que contaminam a opinião pública em relação à Universidade”, destacou.

Assim, explica o reitor, foi iniciado um processo para mostrar o que, de fato, é a Universidade Federal de Goiás. Edward ainda apresentou números referentes à UFG. “Vivemos, talvez, uma das maiores contradições da nossa história: por um lado, essa Universidade subfinanciada, atacada e sendo ameaçada constantemente; por outro lado, uma instituição pujante, dando respostas às demandas da sociedade, através de suas pesquisas, e pela maturidade de seu quadro de docentes, entre outros”, ressaltou.

Edward Madureira continuou: “Não tem problema no Estado de Goiás para o qual a UFG não esteja pronta para dar a melhor solução técnica e científica. É essa Universidade, que se preocupa com a inclusão social, com a produção do conhecimento de forma independente e suprapartidária, plural e respeitando a liberdade de pensamento, que vem sendo submetida a esse ataque que compromete seu funcionamento, que estamos defendendo”.

O professor ainda convidou os conselheiros a conhecerem de perto o trabalho realizado pela Universidade e ainda para participarem da homenagem da Câmara Municipal de Goiânia à UFG, prevista para o dia 26 de março. “Esperamos contar com a participação de vocês”, afirmou.

O presidente do Crea-GO, Eng. Francisco Almeida, demonstrou apoio à luta em defesa da UFG. “Independente de sermos ou não egressos da UFG, todos devemos lutar pela universidade pública, para dar oportunidade a todos, de maneira que o Brasil possa crescer cada vez mais. Só através da educação que o Brasil vai se desenvolver da maneira que deve. Estaremos presentes em todas as ações para as quais formos convidados, participando das comemorações aos 60 anos da UFG e da luta pela sua existência”, frisou o presidente.