menu
×

Ex-presidente do Crea-GO recebe homenagem no CBA

O homenageado recebe a Comenda do Métrico Agronômico na abertura do CBA hoje à noite

Publicado: 19/10/21 16:23 - Fonte: Equipe de Comunicação do Crea-GO


[noticia: ex-presidente-do-crea-go-recebe-homenagem-no-cba] Anatoly Kravchenko - Anatoly 2.jpg Anatoly Kravchenko


O 32º Congresso Brasileiro de Agronomia, que está sendo realizado no Centrosul, em Florianópolis, até o dia 22 de outubro, terá um evento solene nesta terça-feira (19), a partir das 19 horas, durante a abertura do evento. A concessão da Comenda do Mérito Agronômico Brasileiro, ao engenheiro agrônomo Anatoly Kravchenko. Ele é considerado uma das maiores lideranças classistas do Estado de Goiás.

A homenagem é uma ação da Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil (Confaeab), que inova ao introduzir no evento a homenagem às personalidades que construíram sua carreira e dedicaram a vida a dar relevantes contribuições para o desenvolvimento do País.

Kravchenko foi indicado pela Associação dos Engenheiros Agrônomos de Goiás (Aeago) devido a sua trajetória profissional e classista no estado de Goiás e por ser um dos fundadores do Crea-GO. O engenheiro  Anatoly, de 81 anos, também é professor aposentado da Escola de Agronomia da Universidade Federal de Goiás e ex-presidente do Crea-GO.

Na Escola de Agronomia, atuou como professor de 1967 a 1998, onde ministrou as disciplinas de Construções Rurais e de Aerofotogrametria, Aerofotointerpretação e Sensoriamento Remoto. Além de professor, teve diversos trabalhos na área de sensoriamento remoto, usos da terra, solos, florestas, drenagens e safras agrícolas. Algumas deles se tornaram livros.  Foi um dos fundadores do Crea-GO em 1968, tendo sido  presidente, vice-presidente, tesoureiro, coordenador da Câmara Especializada de Agronomia e secretário até 2001.  

Outros homenageados

Glauco Olinger, indicado pela Feagro-SC, hoje com 99 anos, foi o responsável pela fundação da Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Santa Catarina (Acaresc), em 1956, que depois de 35 anos foi convertida em Epagri. Também foi o fundador do Centro de Ciências Agrárias (CCA), da UFSC. Ele é considerado a enciclopédia viva da agronomia catarinense.

João Bosco de Andrade Lima Filho, indicado pela Aease, tem 73 anos. É engenheiro agrônomo pela Escola Agronômica da Universidade Federal da Bahia e licenciado em Ciências Agrícolas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Iniciou a vida profissional como pesquisador do Instituto de Pesquisa Agropecuária do Leste Brasileiro, e teve atuação na Associação Nordestina de Crédito e Assistência Técnica Rural de Sergipe (Ancarse), na Usina Proveito S.A. e na Coordenadoria de Terras da Superintendência da Agricultura e Produção do Estado de Sergipe. Também foi diretor da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (Aease), diretor geral da Mutua-SE – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea e conselheiro federal do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

 Sobre o Congresso Brasileiro de Agronomia

O 32º Congresso Brasileiro de Agronomia terá como tema central os “Desafios profissionais no mundo em transformação”, e tratará de assuntos relacionados à política profissional e a aspectos que afetam todo o setor produtivo e a segurança alimentar da população.

Serão 14 painéis com cerca de 40 palestrantes nacionais e internacionais, entre eles, Alejandro Luis Bonadeo, vice-presidente da Associação Mundial dos Engenheiros Agrônomos (AMIA), e os ex-ministros da Agricultura Alysson Paolinelli e Roberto Rodrigues. Paolinelli, que foi indicado ao Prêmio Nobel da Paz em 2021 e que foi responsável pelo impulsionamento do agronegócio brasileiro a partir dos anos 1970, fará a palestra magna.

 

Doris Costa

Equipe de Comunicação do Crea-GO