menu
×

32º CBA abre com homenagem a personalidades do setor no Brasil

Um dos homenageados é o engenheiro Anatoly Kravchenko

Publicado: 20/10/21 15:47 - Fonte: Com informações do Jornal Agora MS


[noticia: 32-cba-abre-com-homenagem-a-personalidades-do-setor-no-brasil] Anatoly Kravchenko recebe a  homenagem das mãos  do Eng. José Reis (E) e do Eng. Kleber Santos (D) - Anatoly Kravchenko.jpg Anatoly Kravchenko recebe a homenagem das mãos do Eng. José Reis (E) e do Eng. Kleber Santos (D)


A abertura do 32º Congresso Brasileiro de Agronomia, o maior evento do segmento do Brasil, na noite desta terça (19), no CentroSul, em Florianópolis, foi marcada por muita emoção devido à entrega inédita da Comenda do Mérito Agronômico Brasileiro a três engenheiros agrônomos que simbolizam os valores da categoria no País. Foram homenageados os engenheiros agrônomos Anatoly Kravchenko, de Goiás, Glauco Olinger, de Santa Catarina, e  João Bosco de Andrade Lima Filho, de Sergipe.

O Engenheiro Anatoly Kravchenko  de 81 anos destacou que a medalha é um reconhecimento pelas realizações ao longo da vida, principalmente na área do ensino e na valorização profissional. “Atuei nas fundações do Crea-GO e introduzi as habilitações de agronomia e veterinária na Universidade Federal em Goiás no inicio dos anos 1960. Que bom ver meu trabalho sendo celebrado”, considera. Ele foi indicado pela Associação dos Engenheiros Agrônomos de Goiás (AEAGO), cujo o atual presidente é o Eng. Agr. José Reis.

Honrado pelo reconhecimento em vida, aos 99 anos Glauco Olinger agradeceu a equipe que sempre o acolheu em seus trabalhos. “É emocionante ser homenageado por ter marcado a categoria com o meu trabalho. São memórias que me trazem grandes alegrias, que serão transformadas em um quarto livro”, ressalta.  A publicação vai falar sobre a importância da água no planeta e para a sobrevivência da humanidade.

Em nome dos homenageados, João Bosco de Andrade Lima Filho ressalta a importância do amor à profissão. “Quero parabenizar os outros dois homenageados e, como engenheiro agrônomo, gostaria de solicitar que vocês, no plenário, se espelhem nos feitos destes profissionais. A agronomia do Brasil é o que é porque estas pessoas trabalharam muito por isso”, diz Lima Filho.

A entrega da medalha é uma ação da Confederação dos Engenheiros Agrônomos do Brasil (Confaeab), que inova ao homenagear personalidades que construíram sua carreira e dedicaram a vida a dar relevantes contribuições para o desenvolvimento do País. As indicações partiram das associações filiadas. “Ao longo de todos esses anos de congresso, tivemos centenas de pessoas que marcaram a história da agronomia do País. Esta comenda simboliza os valores do conhecimento agronômico e do associativismo”, ressalta Kleber Santos, presidente da entidade, que realiza o evento em parceria com a Federação dos Engenheiros Agrônomos de Santa Catarina (Feagro-SC).

Sobre os homenageados

O engenheiro agrônomo Anatoly Kravchenko, indicado pela Aeago, tem 81 anos e foi um dos fundadores do Crea-Go, em 1968, entidade da qual exerceu as funções de presidente, vice-presidente, tesoureiro e secretário até 2001. Atuou como professor na a Escola de Agronomia, da Universidade Federal de Goiás. Teve diversos trabalhos na área de sensoriamento remoto, usos da terra, solos, florestas, drenagens e safras agrícolas. Algumas delas se tornaram livros.

Glauco Olinger, indicado pela Feagro-SC, hoje com 99 anos, foi o responsável pela fundação da Associação de Crédito e Assistência Rural do Estado de Santa Catarina (Acaresc), em 1956, que depois de 35 anos foi convertida em Epagri. Também foi o fundador do Centro de Ciências Agrárias (CCA), da UFSC. Ele é considerado a enciclopédia viva da agronomia catarinense.

João Bosco de Andrade Lima Filho, indicado pela Aease, tem 73 anos. É engenheiro agrônomo pela Escola Agronômica da Universidade Federal da Bahia e licenciado em Ciências Agrícolas pela Universidade Federal Rural de Pernambuco. Iniciou a vida profissional como pesquisador do Instituto de Pesquisa Agropecuária do Leste Brasileiro, e teve atuação na Associação Nordestina de Crédito e Assistência Técnica Rural de Sergipe (Ancarse), na Usina Proveito S.A. e na Coordenadoria de Terras da Superintendência da Agricultura e Produção do Estado de Sergipe. Também foi diretor da Associação dos Engenheiros Agrônomos de Sergipe (Aease), diretor geral do Mutua-se – Caixa de Assistência dos Profissionais do Crea) e conselheiro federal do Conselho Federal de Engenharia e Agronomia (Confea).

Sobre o Congresso Brasileiro de Agronomia

O 32º Congresso Brasileiro de Agronomia começou na última terça-feira (19) e ocorre até a próxima sexta-feira (22), no CentroSul, em Florianópolis. Tem como tema central os “Desafios profissionais no mundo em transformação”, e tratará de assuntos relacionados à política profissional e a aspectos que afetam todo o setor produtivo e a segurança alimentar da população. Ao longo do evento, serão 14 painéis com cerca de 40 palestrantes nacionais e internacionais.

Fonte: (com informações do Jornal Agora MS)