Free cookie consent management tool by TermsFeed Policy Generator
menu

10 pontos de alagamento receberão obras de drenagem em Goiânia

Incremento no programa Goiânia a diante vai custar R$ 67,8 milhões

Publicado: 25/01/2023 - Fonte: Jornal Opção




O prefeito Rogério Cruz (Republicanos) incluiu mais 10 obras de pavimentação e drenagem em pontos de alagamento da capital no final do ano passado. Segundo o secretário de infraestrutura de Goiânia, Denes Pereira, trata-se de um incremento no programa Goiânia Adiante que vai custar R$ 67,8 milhões aos cofres públicos. “Tinha muito tempo que o problema de drenagem não tinha a atenção que merecia. Esse é um grande passo para solução de problemas de drenagem em pontos de alagamento históricos da cidade”, avaliou.

As obras serão realizadas nos seguintes locais: Avenida Padre Monte, no Bairro Goiá; Avenida C, no Recreio Panorama; Parque Flamboyant, Jardim Goiás; Rua Diamantina, Vila Pompeia; Rua Cruz Alta, Vila Maria Luiza; Avenida Nicolau Copérnico, Vila Legionária; Rua Pintassilgo, Parque das Laranjeiras; ruas diversas do Conjunto Vera Cruz, ruas diversas do Bairro Feliz; e Alameda dos Buritis, no Setor Central.

Sabemos da importância de darmos continuidade a essas obras de infraestrutura, principalmente quando se trata de bueiros e de novas ligações de drenagem, para que, no período das chuvas, não tenhamos problemas com alagamentos”, afirmou o prefeito ao percorrer obras em andamento em Goiânia nesta terça-feira, 24.

Para além das obras

O conselheiro do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Goiás (Crea-GO) Antônio Pasqualetto avalia que Goiânia é privilegiada pela sua topografia. Mesmo assim, ele avalia que toda cidade, à medida que cresce, fica cada dia mais impermeabilizada, seja pelo asfalto, seja pelas construções. “A vantagem de Goiânia são os parques urbanos, que cumprem a função de regular as descargas de água”, explicou.

E Antônio alertou que ainda é preciso prever mais áreas verdes e fazer intervenções em áreas já construídas, como estacionamentos de shoppings que, na visão deles, precisam criar pontos de infiltração de água que podem funcionar até como áreas de lazer, como pistas de skate, por exemplo. “E ainda há outras possibilidades. Em São Paulo novas edificações já instalam piscinões na parte superior para reter a água, impedindo que ela seja despejada de uma vez nas ruas. Vai liberando gradativamente”, comentou.

O conselheiro lembrou ainda que o problema do lixo urbano deve ser levado em conta, uma vez que é o responsável por entupir bocas de lobo e atrapalhar o escoamento da água da chuva. Segundo ele, arborização também é importante porque as folhas das árvores diminuem a velocidade com que os pingos caem no chão, impedindo picos de vazão.

Além disso, a questão climática também interfere. Com chuvas cada vez mais intensas, a água cai num volume maior num menor espaço de tempo, potencializando alagamentos. Dessa forma, para Antônio, um trabalho amplo de planejamento urbano é cada dia mais necessário. “Obras específicas resolvem onde já existem pontos de alagamento”, pontuou.

 

Assessoria de Imprensa do Crea-GO
Fonte: Jornal Opção



WhatsApp Image 2023-01-25 at 08.22.44.jpeg o (4).png