menu
×

Crea recebe alunos de Agronomia do IF Goiano, Câmpus Hidrolândia, Goiás

Estudantes acompanharam a palestra: “Quase Engenheiros. Por onde começar?”

Publicado: 12/05/2022 16:21 - Fonte: Equipe de Comunicação do Crea-GO


[noticia: crea-recebe-alunos-de-agronomia-do-if-goiano-campus-hidrolandia-goias] Estudantes acompanharam a palestra: “Quase Engenheiros. Por onde começar?” - 2.png Estudantes acompanharam a palestra: “Quase Engenheiros. Por onde começar?”


Alunos do curso superior de Bacharelado em Agronomia do Instituto Federal Goiano Câmpus Hidrolândia-GO visitaram o Crea-GO, na manhã desta quinta-feira (12). Os estudantes participaram da palestra “Quase Engenheiros. Por onde começar?”, ministrada pelo assessor institucional do Conselho, eng. civ. Roberto Viana Filho, e conheceram as dependências da autarquia que é o órgão responsável pela fiscalização da profissão.

Durante a palestra, o eng. civ falou aos futuros profissionais sobre a importância de conhecerem a legislação que normatiza a profissão com regras, competências e deveres, além das possibilidades de trabalhos no futuro. “É bom já irem pensando em áreas de atuação que se identificam e os serviços que tem maior oferta no mercado para irem fazendo as matérias optativas, fora da grade curricular obrigatórias, além de cursos de capacitação. Esses conhecimentos farão diferença lá na frente quando forem para o mercado de trabalho”, destacou Roberto.

O professor Tadeu Robson Cavalcante destacou o quanto essa aproximação dos jovens com os profissionais da área e com o Crea-GO é importante para guiá-los em escolhas futuras. “Uma oportunidade para os alunos terem contato com o Crea, que considero um parceiro para nós enquanto instituição de ensino e profissionais, além de conhecerem o papel do Conselho no dia a dia”, finalizou.

O estudante do primeiro período do curso, Phillipe Ribeiro, 34 anos, mora em Inhumas–GO e viaja todos os dias para estudar. Para ele, os estudos representam o aprimoramento técnico e a possibilidade de vida melhor. “A minha família trabalha com cultivo de soja e Piscicultura. Me esforço diariamente para aprimorar as técnicas nas plantações e na criação de peixes. Quero dar seguimento nesse negócio de família”, ressaltou Phillipe.

O assunto ética profissional também chamou a atenção dos universitários. Roberto Viana, convidou os universitários à reflexão: “Façam uma autoanálise: Com o comportamento que você tem no dia a dia, você acha que seria indicado para executar um trabalho?”. E, destacou, “O conjunto de condutas profissionais interferem na sua vida em todas as esferas”, finalizou o engenheiro.

Os estudantes também conheceram as tendências de mercado e as possíveis áreas de atuação no estado. Segundo o Sistema BI do Crea-GO, a agricultura é a área de atuação que lidera o ranking com 32,64 por cento, e o serviço mais procurado é para o cultivo de soja. A agronomia gerou cerca de 11,6 bilhões de reais em contratos em Goiás de 2019 até maio de 2022.

 

Gracielly de Oliveira
Equipe de Comuniação do Crea-GO