×

Fiscalização gera mais de 47,8 mil serviços para profissionais das Engenharias e da Agronomia em Goiás

Profissionais foram contratados para regularização imediata de obras/serviços executados por leigos, após fiscalização do Crea-GO

Publicado: 02/03/20 09:00
Fonte: Assessoria de Imprensa do Crea-GO


[noticia: fiscalizacao-gera-mais-de-478-mil-servicos-para-profissionais-das-engenharias-e-da-agronomia-em-goias] Gráfico comparativo do número de notificações, de regularizações e de autuações de leigos desde 2015 - CONTRATAÇÃO_FISCALIZAÇÃO.png Gráfico comparativo do número de notificações, de regularizações e de autuações de leigos desde 2015

Desde 2015, o Crea-GO tem investido em uma fiscalização informatizada, inteligente e intensiva. A ideia é, de maneira proativa, evitar prejuízos materiais e humanos à população goiana, cumprindo seu papel de defesa da sociedade. Visando também à valorização profissional, uma das principais frentes de atuação da fiscalização do Crea-GO é o combate ao exercício ilegal das profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea.

Neste sentido, desde 2015, os agentes de fiscalização do Crea-GO, atuando na capital e no interior do Estado, geraram 66.062 relatórios de ocorrência por exercício ilegal da profissão, notificando leigos que estavam executando obras/serviços de Engenharia e da Agronomia. Dos notificados, 47.829 imediatamente contrataram profissionais devidamente habilitados e qualificados como responsáveis pelas obras/serviços em todo o Estado de Goiás, regularizando a situação.

Os outros 18.233 leigos que não regularizaram imediatamente a situação foram devidamente autuados pelo Crea-GO, com prazos estipulados para suas defesas, período em que novas regularizações foram realizadas por meio da contratação de mais profissionais devidamente habilitados. Os casos em que não houve regularização seguiram para julgamento nas Câmaras Especializadas e nos Plenários do Crea e do Confea, gerando multas por exercício ilegal da profissão.

Presidente do Crea-GO, o Eng. Francisco Almeida frisa a importância do combate ao exercício ilegal das profissões abrangidas pelo Sistema Confea/Crea. “Somente os profissionais devidamente preparados podem garantir qualidade, economia, segurança e produtividade para quem os contrata. Por isso, contamos com o auxílio da população goiana, que tem se conscientizado sobre a importância de que apenas um profissional legalmente habilitado exerça as profissões da Engenharia, da Agronomia e das Geociências”, ressalta.